Skyfold Zenith

Especificações das Paredes Elétricas Skyfold Zenith

PARTE 1 – GERAL

1.1 Trabalho Incluso

1.1.1

Fornecimento e instalação de Parede(s) Acústica(s) Automática(s) Verticalmente Retrátil(eis), conforme mostrado nos desenhos arquitetônicos. Todas as ferramentas necessárias, vedações, máquinas de elevação, controles elétricos estão incluídos.

1.2 Trabalho Relacionado

(NÃO INCLUSO)

1.2.1

A viga principal de suporte para a parede, assim como o aço variado de suporte para as máquinas de elevação para a Parede Acústica Automática Verticalmente Retrátil. – Seção ____________.

1.2.2

Compartimentos de armazenamento no forro ao longo do eixo da Parede Acústica Automática Verticalmente Retrátil – Seção ____________.

1.2.3

Anteparos e isolamento sonoro acima, abaixo e nas paredes fixas em ambas as extremidades da Parede Acústica Automática Verticalmente Retrátil, de acordo com ASTM E557 – Seção ____________.

1.2.4

Toda a fiação e conexões no local para alimentação elétrica principal, incluindo disjuntores em cada local do motor. Toda a fiação e conexões para controle, incluindo instalação de disjuntores principais – Seção ____________.

1.3 Descrição do Sistema

1.3.1

Definição

1.3.1.1

A Parede Acústica Automática Verticalmente Retrátil (a partir daqui chamada Parede Elétrica) se referirá às divisórias acústicas que, quando são abaixadas (fechadas) são duras, rígidas, planas, paredes em prumo, feitas de uma grade de painéis acústicos retangulares, e quando são levantadas (abertas), retraem-se para cima (verticalmente) sem o uso de trabalho manual, de maneira semelhante a um acordeão, em um compartimento no forro, entre as vigas do telhado, ou entre anteparos embutidos. Na posição abaixada (fechada), a parede elétrica será composta de dois planos verticais de painéis acústicos, separados por um espaço aéreo acústico.

A parede elétrica abrirá e fechará de uma maneira semelhante a um acordeão, de modo que todos os painéis dobram e desdobram sequencialmente como um acordeão.

Sistema de Acionamento Padrão:

O motor é montado diretamente acima da linha central da parede elétrica. Só é necessário aço de suporte em um local. O comprimento mínimo da parede sem modificar nosso sistema é 2745mm (9′-0″). Usado para paredes até alturas do forro de 3660mm (12’-0”).

1.3.1.2

A parede elétrica é aberta e fechada, no cenário padrão, usando dois botões de pressão ligados em série com energia controlada por uma única chave principal de três posições, ou no cenário opcional, usando duas estações de operador com touchscreen. No cenário do botão de pressão padrão, girar a chave da posição “off” faz com que a parede se mova na direção designada “para cima” ou “para baixo” quando os dois botões são pressionados. No cenário de touchscreen opcional, pressionar e segurar a seta de direção para cima ou para baixo em uma tela, simultaneamente pressionando e segurando o botão simbólico na segunda tela, fará com que a parede se mova na direção selecionada. Em ambos os cenários, quando a pressão da mão é removida, a parede para imediatamente. A parede elétrica deve parar de uma forma rápida e positiva sem deslizar. Como parte normal da operação, é possível abrir (ou fechar) a parede parcialmente, pará-la e então inverter a operação. Há duas (2) chaves por parede elétrica, localizadas nos lados opostos da parede em extremidades opostas parede, ligadas em série. Na condição padrão, um botão é equipado com um LED que emite códigos de erro no caso de uma falha com o sistema elétrico. No cenário opcional de touchscreen, as telas exibem em caso de uma falha com o sistema elétrico.

1.3.1.3

A partir de uma posição completamente aberta, a parede pode percorrer seu ciclo inteiro de fechar e/ou abrir sem intervenção manual.

1.3.1.4

Quando a parede elétrica está sendo abaixada (fechada), deverá parar automaticamente uma vez que tenha sido totalmente abaixada (fechada).

1.3.1.5

Quando a parede elétrica está sendo levantada (aberta), deverá parar automaticamente uma vez que tenha sido totalmente levantada (aberta).

1.3.1.6

A parede elétrica vedará automática e acusticamente contra o chão sem a necessidade de qualquer intervenção manual. As vedações do chão deixarão uma junta entre o chão e os painéis acústicos de não mais que aproximadamente 51mm (2″).

1.3.1.7

A parede elétrica vedará automática e acusticamente nas duas paredes das extremidades sem a necessidade de qualquer intervenção manual. As vedações das extremidades agem de um modo que não entram em contato com as paredes das extremidades enquanto a parede elétrica está em movimento. As vedações extremidades deixarão uma junta entre os painéis acústicos e as paredes das extremidades de não mais que aproximadamente 25mm (1″). Vedações que deslizam ou roçam nas paredes das extremidades não são aceitáveis. Uma vez que a parede atinge totalmente a posição abaixada, as vedações das extremidades ativarão automaticamente. Não é necessário segurar a chave principal durante a implementação das vedações das extremidades.

1.3.1.8

A parede elétrica vedará automática e acusticamente contra o teto sem intervenção manual. As vedações superiores deixarão uma junta entre os painéis acústicos superiores e o teto de não mais que aproximadamente 51mm (2″).

1.3.1.9

A parede móvel deve abrir e fechar numa velocidade média de aproximadamente 1,5 a 3 metros por minuto (5 a 10 pés verticais por minuto).

1.3.1.10

Quando a parede elétrica está sendo abaixada (fechada), ela deve parar se a borda inferior entrar em firme contato com qualquer objeto entre ela e o chão. A parede elétrica então inverterá sua direção automaticamente e subirá por 3 segundos para liberar o objeto. A operação normal da parede elétrica pode continuar uma vez que a obstrução tenha sido removida.

1.3.1.11

A parede elétrica será visivelmente plana e rígida na posição abaixada (fechada).

1.3.1.12

Não deve haver dobradiças, suportes e parafusos expostos e nenhuma parte do sistema mecânico ficará visível quando a parede elétrica estiver abaixada (fechada).

1.3.1.13

Todas as bordas dos painéis terão ângulos direitos, com um raio mínimo de não mais que 1,6mm (1/16”).

1.3.1.14

Todos os painéis serão retangulares, nominalmente do mesmo tamanho, a menos que solicitado de outro modo pelo arquiteto.

1.3.1.15

As juntas entre painéis, verticais e horizontais, não terão mais que aproximadamente 12,7mm (½”) de largura.

1.3.1.16

A parede elétrica se acomodará na posição levantada (aberta) em um espaço de não mais que 1650mm (65”) de largura. A parede elétrica terá uma razão de altura de armazenamento de 1:5 a 1:10, dependendo da altura da parede.

1.3.1.17

Cada painel acústico será individualmente removível usando apenas uma chave de fenda. Não haverá necessidade de ferramentas ou equipamentos especiais. A remoção de um único painel acústico não afetará, não deslocará, nem causará a remoção de painéis adjacentes ou outros painéis acústicos.

1.3.1.18

A parede elétrica não pesará mais que o seguinte:

Skyfold Zenith® 48~29.3 kg por m² (6,0 lbs por ft²)
Skyfold Zenith® 55~33.3 kg por m² (6,8 lbs por ft²)
Skyfold Zenith® 60~42.1 kg por m² (8,6 lbs por ft²)

Os pesos anteriores não incluem a unidade do motor nem o acabamento estrutural nos painéis acústicos e são baseados em parede elétrica de 7315mm de comprimento x 3660mm de altura (24′-0″ x 12′).

1.3.1.19

Uma parede elétrica totalmente funcional, testada em total acordo e conformidade com ASTM E90 (ISO 140-3), alcança, de um laboratório independente, uma Classe de Transmissão Sonora (STC) (valor Rw) de não menos que o seguinte:

Skyfold Zenith® 48:Sistema STC 48 (Rw 47), Construção dos Painéis STC 57 (Rw 56)
Skyfold Zenith® 55:Sistema STC 55 (Rw 54), Construção dos Painéis STC 61(Rw 60)
Skyfold Zenith® 60:Sistema STC 60 (Rw 59), Construção dos Painéis STC 66 (Rw 64)
1.3.1.20

A completely functioning operable wall, tested in full accordance and compliance with ASTM C423 (ISO 354) shall achieve, from an independent laboratory, a Noise Reduction Coefficient (NRC)** rating of up to the following:

Skyfold Zenith® NRC system: NRC 0.65 (SAC 0.65)
** only available on the Skyfold Zenith® NRC system.

1.3.1.21

A parede elétrica será projetada para ter uma vida útil de pelo menos 10.000 ciclos completos de fechada para aberta para fechada.

1.4 Garantia de Qualidade

1.4.1

Os produtos aqui especificados estabeleceram o padrão de qualidade para a Parede Elétrica com base nas seguintes Paredes Acústicas Automáticas Verticalmente Retráteis Skyfold Zenith® de Skyfold Inc. de Baie d’Urfe (Montreal), Quebec, Canadá:

Skyfold Zenith® 48:Sistema STC 48 (Rw 47), Construção dos Painéis STC 57 (Rw 56)
Skyfold Zenith® 55:Sistema STC 55 (Rw 54), Construção dos Painéis STC 61 (Rw 60)
Skyfold Zenith® 60:Sistema STC 60 (Rw 59), Construção dos Painéis STC 66 (Rw 64)

Propostas de substituição de produtos ou técnicas que não estejam em conformidade com estas especificações devem ser submetidas pelo menos dez (10) dias antes da licitação. Relatórios de testes independentes que atenderem aos requisitos e design aqui especificados devem ser submetidos para obter aprovação.

1.4.2

Todo o trabalho e materiais aqui especificado devem ser instalados somente por representantes qualificados e/ou instaladores e/ou distribuidores do fabricante, de acordo com instruções por escrito do fabricante.

1.4.3

A parede elétrica deve ser fabricada por uma empresa certificada com ISO-9001-2008 ou um sistema de controle de qualidade semelhante.

1.5 Referências

1.5.1

ASTM E90, Método de Laboratório para Medir Perda de Transmissão Sonora Aérea pelas Divisórias de um Edifício.

Anexo A1.15 Elétricas (Paredes Retráteis ou Deslizantes)

Anexo A1.15.3 Operação – “O espécime não deve ser designado como parede elétrica a menos que abra e feche de uma maneira normal. Deve ser completamente aberta e fechada pelo menos cinco vezes depois que a instalação for concluída e testada sem mais ajustes.”

1.5.2

ASTM E413, Classificação para Avaliar Isolamento Sonoro.

1.5.3

ASTM E557, Prática Padrão para Aplicação Arquitetônica e Isolamento de Divisórias Elétricas.

1.5.4

ISO 354, Medida de Absorção do Som

1.5.5

ISO 140-3, Medida de Isolamento Sonoro Aéreo

1.5.6

ASTM C423, Medida de Absorção do Som

1.6 Apresentações

1.6.1

Apresentar dados técnicos dos fabricantes para cada tipo de parede elétrica aqui especificado.

1.6.2

Apresentar desenhos da loja mostrando o plano completo do sistema de parede elétrica nas dimensões verificadas no campo. Os desenhos devem incluir relações dimensionais com o trabalho adjacente. Incluir detalhes indicando materiais, acabamentos, tolerâncias e métodos de anexação a aço do edifício e requisitos elétricos.

1.6.3

Submeter relatórios certificados que evidenciem conformidade com os requisitos acústicos STC (Rw) conforme especificado no parágrafo 1.3.2.19 e de acordo com referências listadas nos parágrafos 1.5.1 e 1.5.5.

1.7 Condições do Local

1.7.1

O chão abaixo da parede elétrica ao longo de seu eixo deve ser plano dentro de +/- 6mm (¼”) sobre toda a extensão de uma parede elétrica. A ondulação pico a vale de +/- 6mm (¼”) não deve estar mais próxima que 610mm (24”) e uma ondulação pico a vale de +/- 3mm (1/8”) não deve estar mais próxima que 305mm (12”).

1.7.2

O aço de suporte acima da parede elétrica ao longo de seu eixo deve estar paralelo ao chão dentro de +/-12,7mm (½”) para toda a extensão da parede elétrica. Isto inclui uma deflexão da carga. A viga deve estar paralela à linha central da parede dentro de + 3 mm (1/8”), da esquerda para a direita.

1.7.3

As paredes fixas em cada extremidade da parede elétrica devem estar dentro de +6mm (1/4”)-0”, do prumo vertical.

1.7.4

As paredes fixas em cada extremidade da parede elétrica devem ser planas dentro de +0, -6mm (1/4”).

1.8 Garantia

1.8.1

Garantia Básica: A parede elétrica terá garantia contra defeitos no material e na mão de obra por um período de dois (2) anos ou cinco mil (5000) ciclos, o que ocorrer primeiro, a partir da data de envio. Garantia Estendida de Peças (opcional): Além da garantia básica, está disponível uma garantia estendida sobre as peças (excluindo estações de operador touchscreen). Ela inclui cobertura de todas as peças por um período de dez (10) anos ou cinco mil (5000) ciclos, o que ocorrer primeiro, a partir da data de envio. Consulte o Manual do Proprietário para todos os detalhes sobre garantia.

1.8.2

Desempenho Acústico: A parede elétrica reterá suas propriedades acústicas por 10 anos a partir da data de envio, contanto que se faça a manutenção adequada na divisória.

1.8.3

Peças e mão de obra necessárias para manter a parede elétrica e peças sujeitas a desgaste normal e rompimento não são cobertos pela garantia e são de responsabilidade do proprietário. (Consulte o Programa de Manutenção).

PARTE 2 – PRODUTOS

2.1 Fabricantes Aceitáveis

2.1.1

Paredes Acústicas Automáticas Verticalmente Retráteis Skyfold Zenith® como fabricadas por Skyfold Inc. de Baie d’Urfe (Montreal), Quebec, Canadá (514) 457-4767.

E-mail: skyfold@skyfold.com
Site: www.skyfold.com

Skyfold Zenith® 48:Sistema STC 48 (Rw 47), Construção dos Painéis STC 57 (Rw 56)
Skyfold Zenith® 55:Sistema STC 55 (Rw 54), Construção dos Painéis STC 61 (Rw 60)
Skyfold Zenith® 60:Sistema STC 60 (Rw 59), Construção dos Painéis STC 66 (Rw 64)
2.1.2

Podem ser usados sistemas alternativos se atenderem ou excederem os critérios de desempenho delineados na Parte 1 – Geral acima e se forem aprovados de acordo com as provisões de 1.4.1 acima.

2.2 Materiais

2.2.1

Painéis Acústicos

2.2.1.1

Os painéis acústicos serão cobertos com aço que seja compatível com uma ampla variedade de acabamentos arquitetônicos, como pintura, vinil, tecido, metais especiais, lâmina de madeira etc.

*Acabamentos Skyfold Zenith® 48 se limitam ao padrão vinil e tecido da Skyfold.

2.2.1.2

Os painéis acústicos, juntos com todo o isolamento sonoro, serão, o quanto possível, feitos de materiais não combustíveis ou tratados contra incêndio.

2.2.1.3

Os painéis acústicos serão fabricados para ser o mais firmes possível a fim de satisfazer os critérios rígidos quando a parede elétrica estiver abaixada (fechada) e para garantir que não haja interferência entre os painéis quando a parede estiver em movimento.

2.2.1.4

Os painéis acústicos serão arquitetonicamente planos, sem arqueamento, efeito oil canning, empenos, ondulações ou qualquer outra deformação da superfície e descontinuidade.

2.2.1.5

Os painéis acústicos terão o acabamento da escolha do arquiteto, contanto que o acabamento tenha sido aprovado pelo fabricante da parede elétrica para garantir compatibilidade com os painéis da parede. Devem-se atender os seguintes critérios:

  • Maximum weight of material: 0.542 kg/m² (0.111 lbs/ft²)
  • Maximum thickness of material: 3mm (1/8”)
  • Nenhum material frágil.
  • Os acabamentos são trilhados para os painéis, aplicados horizontalmente ao longo da extensão do painel. Os preços variam de acordo com a seleção do acabamento.
    *Acabamentos Skyfold Zenith® 48 se limitam ao padrão vinil e tecido da Skyfold.
2.2.1.6

Os painéis acústicos devem atender classificações STC de acordo com a especificação ASTM E90 (ISO 140-3) conforme relatado por um laboratório independente.

Produto Skyfold Construção dos Painéis Paredes Elétricas Totalmente Automáticas
Skyfold Zenith® 4857 STC (56 Rw)48 STC (47 Rw)
Skyfold Zenith® 5561 STC (60 Rw)55 STC (54 Rw)
Skyfold Zenith® 6066 STC (64 Rw)60 STC (59 Rw)
2.2.2

Mecanismo de Dobragem

2.2.2.1

O mecanismo de suspensão, dobragem e extensão deve ser, o quanto possível, feito de extrusões de alumínio de grau estrutural e formatos estruturais a fim de minimizar o peso do sistema.

2.2.2.2

Todas as superfícies de atrito, como mancais, espaçadores, pinos, discos, rolamentos e buchas devem ser projetados para funcionar silenciosamente e com o mínimo de desgaste, com uma vida útil de mais de 10.000 ciclos da parede elétrica.

2.2.2.3

Os suportes, que prendem o mecanismo de elevação ao aço de suporte, devem ser fabricados de aço e devem ser soldados ou parafusados ao aço de suporte fornecido por outros.

2.2.3

Motor

2.2.3.1

O motor deve ter tamanho adequado para que possa abrir e fechar a parede com eficácia com uma vida útil de mais de 10.000 ciclos da parede, na velocidade mínima do projeto especificada no ponto 1.3.2.8.

2.2.3.2

O mecanismo de dobragem deve ser projetado para funcionar com o máximo possível de suavidade, silêncio e segurança. Onde for possível, devem-se usar rolamentos de esferas em vez de mancais e superfícies de desgaste. Em nenhuma circunstância serão aceitos sistemas de correntes ou correias.

2.2.3.3

Deve haver um cabo metálico para cada conjunto de mecanismo de dobragem. Esse cabo deve ser de cabo de aviação de construção 6 x 31 e deve ser feito de aço galvanizado. O diâmetro dos cabos deve ser dimensionado de modo que possam segurar todo o peso da parede, com o fator de segurança apropriado.

2.2.3.4

O cabo se envolve em tambores com 2 voltas de segurança e várias camadas de cabo.

2.2.3.5

O eixo da linha, dimensionado para oferecer o torque exigido com mínima deflexão, deve suportar e girar os tambores de cabos.

2.2.3.6

Para o sistema de acionamento, localizado imediatamente em ambos os lados do conjunto de tambores, devem ser usados rolamentos flangeados.

2.2.3.7

O motor deve ser dimensionado para oferecer quantia de torque suficiente para levantar e baixar a parede elétrica com segurança e eficácia ao longo de sua vida útil.

2.2.3.8

O motor deve usar os padrões industriais mais recentes em proteção térmica, proteção contra sobrecarga, fusíveis de ação rápida etc. a fim de garantir a segurança e estabilidade do sistema.

2.2.4

Equipamento de Segurança

2.2.4.1

A Parede elétrica deve empregar um tipo de freio eletromagnético que ative firmemente, sem hesitação, quando houver perda energia do sistema. Esse freio deve ter um torque de retardamento igual a 200% do torque a plena carga do motor. O sistema de acionamento deve ser equipado com uma ativação manual e alavanca de liberação do freio.

2.2.4.2

A parede elétrica deve empregar um freio dinâmico, distinto e separado do freio em 2.2.4.1, para baixar a parede a uma velocidade controlada de não mais que aproximadamente 150% da velocidade de descida normal, no caso de uma falha catastrófica no grupo motopropulsor. Como alternativa, a parede elétrica empregará um freio, distinto e separado do freio em 2.2.4.1, para interromper completamente o movimento da parede para baixo no caso de uma falha catastrófica no grupo motopropulsor.

2.2.4.3

A parede elétrica deve empregar chaves elétricas ou outras chaves limitadoras para parar a parede nos limites de sua posição levantada ou abaixada.

2.2.4.4

A parede elétrica empregará um detector de torque excessivo a fim de detectar uma obstrução no sistema e agir como um limitador de percurso na direção para cima se a chave limitadora primária não agir em 1.3.2.4. Esse sensor de torque excessivo deve ser mecânico, usando o braço de torque do motor em sua detecção de torque excessivo.

2.2.4.5

A extensão inteira da borda inferior da parede elétrica deve ser equipada com uma faixa sensora de pressão contínua que cortará a energia para o motor e ativará o freio delineado em 2.2.4.1 se a borda sensora entrar em firme contato com um objeto antes de a parede ser completamente abaixada (fechada). A parede elétrica inverterá a direção instantaneamente e subirá por 3 segundos para liberar a obstrução. A energia permanecerá cortada para o motor até que os botões tenham sido liberados. A operação da parede elétrica pode continuar uma vez que a obstrução tenha sido removida.

2.2.5

Elétrico

2.2.5.1

As paredes elétricas devem ser equipadas para uma alimentação trifásica até a caixa de controle elétrico.

2.2.5.2

A caixa elétrica padrão será NEMA 1. NEMA 4 também está disponível a pedido.

2.2.5.3

Fiação de baixa voltagem (por outros). Fiação de bitola 18 das chaves para a caixa de controle.

2.2.5.4

Chaves (padrão): Dois (2) botões de pressão ligados em série com energia controlada por uma única chave principal de três posições. Um botão de pressão será equipado com um LED que emite códigos de erro no caso de uma falha no sistema elétrico. (Instalação e fiação por outros).

Estações de Operador com Touchscreen (opcional): Duas (2) telas touchscreen LCD resistivas, ligadas em série com recursos multilíngues e pin do usuário ajustável de 4 dígitos. As telas exibem erros em caso de uma falha no sistema elétrico (fiação por outros).

2.3 Fabricação

2.3.1

A fábrica monta todos os componentes, conjuntos e sistemas nos maiores conjuntos possíveis a fim de minimizar a quantidade de montagem no local.

PARTE 3 – EXECUÇÃO

3.1 Inspeção

3.1.1

Inspecionar os aspectos relevantes do local, como a uniformidade do chão, paredes, aço estrutural etc., e garantir que esses estejam dentro da tolerância declarada na Parte – 1 desta especificação.

3.1.2

Confirmar por escrito à Empreiteira Geral ou gerente de contratos quaisquer desvios dessas tolerâncias. Não prosseguir até que essas condições estejam boas.

3.1.3

Realizar medidas adequadas no campo antes de fabricar quaisquer componentes ou conjuntos.

3.2 Instalação

3.2.1

Instalar paredes elétricas de acordo com as instruções impressas do fabricante.

3.2.2

O fornecedor da parede elétrica não entregará ou instalará esse produto até que a Empreiteira Geral possa assegurar por escrito armazenamento seguro e proteção para a parede elétrica enquanto durar o projeto.

3.3 Ajuste e Limpeza

3.3.1

Ajustar as paredes elétricas com precisão para garantir que todas as vedações estejam operando e vedando adequadamente e que as paredes elétricas estejam em operação correta e estável.

3.3.2

Limpar qualquer sujeira, óleo, fuligem etc. que possam ter vindo parar nos painéis acústicos. Deixar a parede em um estado de limpeza arquitetônica.

3.4 Peças Sobressalentes

3.4.1

Assegurar-se de que o fabricante tenha amplo estoque disponível para reparos.